Gestão Ambiental

Gestão Ambiental

A Gestão Ambiental propõe ações preventivas como garantia de segurança em relação aos riscos que algumas atividades possam causar à saúde dos usuários e ao ambiente interno e externo do ambulatório.

Objetiva a conquista da qualidade ambiental, controlando todos os processos de suas atividades, a fim de construir uma cadeia segura e ambientalmente correta, que atenda à legislação local, e que esteja dentro do comprometimento de sua missão.

Em 2010, a unidade recebeu o Prêmio Amigo do Meio Ambiente com o projeto: “SIPATMA – Semana Interna de Prevenção de Acidentes do Trabalho e Meio Ambiente”.

Livre de Mercúrio

Livre de Mercúrio: Mercúrio é um metal líquido, prateado, extremamente tóxico a nosso organismo. Quando derramado, forma gotinhas e evapora-se sem que percebamos o vapor no ar – que é respirado. No organismo, pode causar danos irreversíveis, sobretudo aos rins e ao sistema nervoso central (cérebro e cerebelo), provocando irritabilidade, tremores, alteração da visão, audição e problemas de memória.

O  NGA Santa Cruz substituiu todos os aparelhos que utilizam mercúrio como termômetros e esfignomanômetros (medidor de pressão), por aparelhos digitais e aneróides.

Outra ação importante é o descarte das lâmpadas utilizadas no ambulatório, que contêm mercúrio. É realizado por uma empresa especializada, responsável por fazer a descontaminação por meio de um processo que separa todos os componentes e armazena com segurança, sobretudo o mercúrio.

Coleta de filmes de Raios-X

A revelação de radiografias é um processo químico que merece atenção especial. Um dos elementos responsáveis, para que o processo de revelação ocorra é a prata presente na película que, mesmo após a revelação, permanece em sua superfície.

O descarte adequado dessas películas garante que esse material retorne ao ciclo produtivo e não seja descartado de qualquer forma ou que fique confinado em um aterro sanitário.

Na empresa de reciclagem, após a lavagem das películas e retirada da prata, o material passa por um processo de secagem, e é transformado em diferentes tipos de material de escritório.

O projeto de coleta de películas de raios-X tem o objetivo de dar destinação. 

Reciclagem e reaproveitamento de papel

Entre as ações ambientais praticadas pelos setores está o reaproveitamento do papel impresso como rascunho.  Papéis que não podem ser reimpressos são transformados em bloco de anotações do setor apenas para uso interno. O destino final desses papéis é serem picotados e encaminhados para a reciclagem. Os papéis são descartados em lixeiras de recicláveis e o material encaminhado para uma empresa de reciclagem.

Coleta Seletiva

A coleta seletiva é realizada em todos os setores. Cada área administrativa possui, lixeiras de resíduos comuns e recicláveis, além de lixeira de resíduos infectantes para uso em áreas específicas.

Consumo de água e energia

Com a constante preocupação com os aspectos ambientais, a água e a energia são os principais fatores trabalhados detalhadamente no NGA Santa Cruz, com a substituição de lâmpadas incandescentes por fluorescentes, e torneiras comuns por torneiras de toque.

Para controle da água e da energia, foram colocados informativos de conscientização dirigidos aos colaboradores e usuários, sensibilizando-os quanto à importância de realizar ações de economia destes recursos. Além disso, o setor de manutenção realiza conferência diária nas partes elétrica e hidráulica da unidade, visando a prevenção de vazamentos e desperdício de energia.

Caneca ecológica

Nesse projeto, cada novo colaborador da SPDM recebe uma caneca, ficando, assim, responsável pela sua higienização e armazenamento em local adequado.

Dessa forma, a unidade diminui a distribuição de copos descartáveis para os colaboradores